Torcendo pelo super herói

Foi com este texto abaixo e com este vídeo que divulgamos o blog da nossa pesquisa.

“Circo Paraki é um nome que brinca, como se designasse um estacionamento de circo.

Uma história incrível pedia para ser contada. Uma sequência de encontros mágicos pediam uma história. E tudo foi tão grande e inexplicável quanto o último acontecimento. A gente não começa a história num capítulo alegre, pelo contrário, a gente começa num capítulo muito forte, inexplicável e triste.

Mas estamos falando de super-heróis, de homens que voam e dão três saltos no ar. Homens que desafiam os limites e nos mostram que o sagrado e o heróico são também humanos. Homens que nos mostram que o impossível pode acontecer.

E é homenageando o nosso grande amigo e personagem principal desta história, Dover Tangará, que pedimos uma grande corrente de pensamentos alegres como acontece num picadeiro lotado quando a platéia assiste o voo mágico do trapezista, perde o fôlego e depois aplaude aliviada.”

Confesso que estava com muito medo de visitar o trapezista no hospital. Confesso que não estava acreditando na possibilidade do impossível acontecer. Dover foi muito importante na pesquisa, acompanhou todas as entrevistas… seria muito difícil encontra-lo machucado. Demorei a me sentir forte o suficiente. Precisei de muita preparação, fiz pilates, corri, li todos os livros do Valter Hugo Mãe, criei coragem e fui. Claro que fui muito bem acompanhada, chamei Marília, ex-mulher e amigona de Dover. Acho que nunca vi tanta força em uma pessoa num formato tão pequeno, aquela que o volante pesava oitenta quilos com certeza aguentaria um volantes de 99 quilos. Fomos nós duas ao encontro de Dover Tangará em uma UTI de um hospital.

Acho que o pilates funcionou… fiquei bem forte. Dover teve uma pequena melhora e foi possível realizar a traqueostomia, não está mais entubado. Ele está muito presente, com os olhos atentos, reconhece as pessoas, mas ainda não fala. Conversamos com o médico e informamos que ele estava tratando de uma pessoa muito especial, o maior trapezista que o Brasil já conheceu. Ele se emocionou e nos emocionou também. Disse que o quadro de Dover é grave mas estável. Disse que ele precisará realizar uma neurocirurgia de alto risco mas que caso ela tenha sucesso existe a possibilidade de Dover sair sem nenhuma sequela. Vendo a presença do Dover e ouvindo a fala do médico voltei a acreditar no impossível. Sim, talvez seja o salto mais arriscado do trapezista, sim talvez a gente possa aplaudir a façanha. Continuemos torcendo…!

E eu vou fazer mais pilates para ver se crio coragem de ir de palhaça com alguns amigos  e malabaristas para visitarmos o trapezista…levar o circo para uma UTI. O médico já autorizou agora eu preciso ficar mais forte.

Priscila Jácomo

Irmãos Tangarás:

Anúncios
por circoparaki

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s