Ivan, o malabarista cubano

ANTES DA ENTREVISTA

http://www.youtube.com/watch?v=v8LP3sQwhig

PRIMEIRO, (PARA PRISCILA ANOTAR) IVAN MALABARISTA CUBANO, AGORA SE VC ME QUER VER POR FOTOS É IVAN MALABARISTA… PORQUE VAMOS SUPOR, OS “GREI”, COMO SE ANUNCIAVA “OS GREI”, ELES FAZEM .. (CANTA A  TARANTELA) TUDO VESTIDO… “PERO” ( MAS ), É O NÚMERO, ELES SÃO BRASILEIROS, MAS É O NÚMERO QUE MANDA SER MAIS ITALIANO, OU HÚNGAROS E A ROUPA MANDA, NÃO É QUE A GENTE ESTÁ DEPRECIANDO O PAÍS DA GENTE…

( PRISCILA: VOCÊ MORA SOZINHO IVAN?) EU E DEUS… TENHO UM COLEGUINHA, MAS ELE FICA SEMPRE COM A FAMÍLIA… (PRISCILA: MAS O SEU OLHO É LENTE IVAN): É…AH, PRA QUE FUI FALAR. (PRISCILA: ACHEI QUE ERA DE VERDADE, É SEU COMPROU), ( RASCOV: MAS SEMPRE USA?) TODA VIDA, OLHA LÁ…MOSTRA FOTOS.(MAS VARIA O VERDE E O AZUL) NÃO É SEMPRE AZUL…FALAM QUE PAREÇO COM A (NANI PEOPLE), PORQUE ELA TEM A LENTE DELA E COM A PERUCA…

(EDUARDO RASCOV: COMO VOCÊ COMEÇOU NO CIRCO?) JÁ VAI  FILMAR?  (MARIANA: VAMÔ? JÁ ESTOU FILMANDO FAZ TEMPO) AH NÃO… (PRISCILA: MAS ASSIM QUE É BOM) PUTS… ( IVAN SACODE O CORPO) TEM UMA PREPARAÇÃO…AI, COMO SÃO BANDIDAS… TÁ BOM, QUEM COMEÇA?

ENTREVISTA: “IVAN, O MALABARISTA CUBANO”

(EDUARDO RASCOV: QUERIA SABER COMO VOCÊ COMEÇOU NO CIRCO?) OLHA, VOU FALAR A VERDADE, EU, VOCÊS SABEM, EU SOU CHILENO. EU ERA FILHO DE UMA CIGANA. DAÍ O QUE ACONTECEU. QUANDO MINHA MÃE ESTAVA GRÁVIDA DE MIM, O PAI DELA JÁ NÃO QUIS MAIS  ELA EM CASA, PORQUE QUANDO VOCÊ TEM UMA FILHA SOLTEIRA, OS PAIS JÁ NÃO QUEREM SABER DE FILHA QUE  NÃO É MAIS VIRGEM.

E O PAI ERA QUASE PRIMO, IRMÃO, NÃO SEI O QUE ERA, DAQUELE  OUTRO PESSOAL, DAÍ FOI O QUE ACONTECEU,  E AÍ FOI EMBORA, MINHA MÃE  FICOU  NO CHILE TRABALHANDO, SEPARADA, EM UM RESTAURANTE; ELA ERA MUITO BOA COZINHEIRA. E DAÍ, O QUE ACONTECE?  DAÍ, FICOU GRÁVIDA, AQUELA COISA TODA, DAÍ,  EU NASCI. SÓ QUE DEPOIS, MINHA MÃE TINHA UM TAXISTA QUE ERA  APAIXONADO POR ELA, PORQUE ELA ERA MUITO LINDA. ELA ERA UMA CIGANA, UMA CINTURA… UNS PEITÃO…  BUNDA,  PERNAS LINDAS… MESMO   DEPOIS DE GRÁVIDA…A MAIORIA NÃO… MAS MINHA MÃE SE CUIDAVA MUITO, ELA SEMPRE USAVA AQUELE VESTIDO, JÁ VIU AQUELE VESTIDO DE CIGANA? É BOLSA PARA CÁ, BOLSA PARA LÁ.

SÓ QUE ELA JÁ ESTAVA COM ESSA CINTURA BEM PRONUNCIADA,  ENTÃO QUANDO EU NASCI, O CORPINHO DELA FICOU NORMAL, SÓ QUE  ELA VIROU MAIS SOCIAL PARA A CIDADE ONDE NÓS FICAMOS EM SAN ANTONIO. ELA FICOU MAIS SOCIAL PORQUE CIGANO SEMPRE TEM AQUELA COISA DE SER MAL VISTO, QUE CIGANO É LADRÃO, QUE CIGANO ISSO,  SEMPRE TEM AQUELAS COISINHAS, “PERO”, MINHA MÃE ERA CIGANA, NÃO ERA CIGANA DE BARRACA, DE CAVALO, PORQUE TEM AQUELES CIGANOS QUE ANDAM COM CARROÇA DE CAVALO, MAMÃE ERA MAIS DE MUITO CARRO, MUITO TRAILER,

MAS, COMO ERA EM CIMA DE CARROÇA, “PERO” ERA DAQUELE TRAILER ANTIGO, NÃO SEI SE VOCÊS JÁ VIRAM… QUE MORAVAM ANTIGAMENTE, MONTAVA BARRACA E A BARRAQUINHA ERA ESSA ASSIM DO… NÃO SEI SE VOCÊS CONHECERAM AQUELE QUE SE CHAMAVA FAMÍLIA COMANCHE?… DE LAÇOS E CHICOTE. DO SEU ESBANO…   ESSE ERA UM QUE TAMBÉM ERA CIGANO E AQUI TAMBÉM NOS “SEM TERRA”, TINHA ESSA BARRACA QUE É ASSIM… O ARCO (FAZ UM GESTO CIRCULAR, COM OS DEDOS ). ENFIM, DEUS ME PERDOE, TEM GENTE QUE FALA QUE OS CIGANOS ROUBAM E TAL… CADA UM É CADA UM.

…. E A MINHA MÃE, QUE ERA MUITO BONITA, TINHA UM TAXISTA QUE ERA APAIXONADO POR ELA. AÍ A MINHA MÃE COMEÇOU A NAMORAR COM O TAXISTA E ELA FICOU GRÁVIDA DE NOVO. E ELA MORREU DE PARTO, SÓ QUE FOI UMA HISTÓRIA MUITO  ENGRAÇADA A DELA, PORQUE O MÉDICO   CONTOU, DEPOIS QUANDO FIQUEI UM POUQUINHO MAIS ADULTO FIQUEI SABENDO A HISTÓRIA, DIZ QUE A MÃE PERGUNTOU PARA O MÉDICO…  ELA TAVA DEITADA, JÁ ESTAVA POR MORTA… DAÍ, ELA SE LEVANTOU E PERGUNTOU: DOUTOR E AÍ? O QUE FOI, MENINO OU MENINA?… E ELE FALOU ASSIM: FORAM GÊMEOS… AI QUE BOM, E AÍ, ESTÃO BEM? E O MÉDICO RESPONDEU: ESTÃO BEM. AÍ, PUM, ELA MORREU DE NOVO. E AÍ O MEU PAI, QUER DIZER,  PADRASTO, SE JUNTOU COM UMA MULHER LÁ, A MULHER ME TRATAVA MAL, DAÍ CHEGOU UM CIRCO, SE CHAMAVA CIRCO BREME

FOI ASSIM QUE EU CONHECI MEUS PAIS QUE ESTÃO ATRÁS DE MIM QUE ME CRIARAM. CIRCO BREME, DAÍ COMECEI A ANDAR COM O CIRCO. ..TINHA TRES ANINHOS E POUCO, QUASE QUATRO ANOS. E AÍ, COMEÇAMOS…COMO DIZ…EU NASCI NO CIRCO, VAI.. PORQUE AÍ COMEÇOU MINHA VIDA… (EDUARDO RASCOV: MAS VOCÊ FOI ADOTADO?) ME ADOTARAM, SÓ QUE NADA COM PAPEL ASSINADO, ME PEGARAM.

E FUI INDO, FUI INDO. DAÍ MINHA MÃE, ESSA QUE ME CRIOU, ELA NÃO QUERIA EU, AÍ   O CIRCO ESTAVA INDO EMBORA, E MEU IRMÃO, QUE CONSIDERO ELE O MELHOR FILHO DELA, QUANDO ELA FALOU “TCHAU, IVAN”, EU FIQUEI VIRADO NUM CANTINHO, DAÍ ELE ME PEGOU E ME COLOCOU EM CIMA DO CAMINHÃO E CHEGAMOS NA OUTRA PRAÇA. MINHA MÃE QUANDO PERCEBEU… NOSSA… FOI UMA BRIGA COM ELE. DAÍ DEPOIS, PASSOU, PASSOU…  TOMARAM GOSTO EM MIM E ELES  ME CRIARAM. E AÍ COMECEI, AÍ FOI A VIDA MINHA, ENTREI NA VIDA CIRCENSE, CIRCO MUITO IMPORTANTE LÁ NO CHILE.

(RASCOV: E ELES FAZIAM O QUE , SUA FAMÍLIA? ) ELES ERAM DONOS DE CIRCO. MEUS IRMÃOS FAZIAM MALABARES. OLHA LÁ, APONTA AS FOTOS…(RASCOV: VOCÊ APRENDEU COM ESSAS PESSOAS?) APRENDI SOZINHO. SOZINHO APRENDI. (MARIANA: MALABARES FOI A PRIMEIRA COISA QUE VOCÊ APRENDEU?) FOI A PRIMEIRA COISA QUE APRENDI E NINGUÉM ME ENSINOU. EU ÍA DE BAIXO DA ARQUIBANCADA, QUANDO ELAS ENTRAVAM EU ERA PEQUENO, EU VENDIA BALA PARA A MÃE E EU ERA PEQUENINIHO, EU CAÍA DE LÁ DA GERAL, CAÍA COM AS BALAS, TUDO NO CHÃO…AÍ EU PEGAVA AQUELA, COMO VOCÊS FALAM?… DO MILHO (PRISCILA: SABUGO, ESPIGA), PEGAVA DUAS E VINHA VINDO, ATÉ QUE APRENDI, POR BAIXO DA ARQUIBANCADA.

DAÍ, DEPOIS EU IMAGINAVA QUE BATIAM PALMA, DAÍ EU CUMPRIMENTAVA A MADEIRA, OS PÉS QUE ESTAVAM PENDURADOS, E AÍ FOI INDO. DAÍ COMECEI A FAZER MALABARES COM ELA, DAÍ EU FIQUEI, FIQUEI… DAÍ COMECEI A FAZER NÚMERO DE ALTURA.ELA NÃO QUERIA QUE O FILHO, PORQUE EU JÁ ERA FILHO DELA, NÃO QUERIA QUE NENHUM FILHO DELA TRABALHASSE NO CIRCO… CLARO, FILHO DE DONO DE CIRCO… “PERO”, ERA UMA BOA PARA ELA PORQUE  SE ELA PRECISASSE DE UM TRAPÉZIO, NÃO PRECISAVA DE UM TRAPEZISTA, JÁ TINHA EM CASA… E A OUTRA MENINA FAZIA UM ARAME, NUNCA QUIS ISSO ELA.

AÍ A ÚNICA QUE FEZ UM NÚMERO DE ALTURA DEPOIS DE CASADA, PORQUE ELA FOI EMBORA DE CASA, FOI MINHA IRMÃ MAIOR, ELA FOI TRABALHAR NO CIRCO ÁGUIAS HUMANAS.  NO CHILE, É COMO FALAR CIRCO TIANE… E AÍ, TÁ AQUELA COISA, SÓ QUE QUANDO COMECEI A FICAR MAIOR VI QUE ME CUIDAVAM DEMAIS, ERA DEMAIS. PARECIA QUE EU ERA O FILHO PRÓDIGO, NÃO SEI COMO FALAM AQUI, FILHO ADOTADO, TEM OUTRA PALAVRA… (BASTARDO?), NÃO… FILHO DE CRIAÇÃO, ENTÃO, MINHA MÃE ME CUIDAVA DEMAIS, MAIS QUE OS PRÓPRIOS  FILHOS DELA, SÓ QUE O PAI ERA MUITO,SABE?… (MÃO FECHADA) E EU NUNCA TINHA  DINHEIRO.

E EU QUERIA TER, JÁ COMECEI A CRESCER…AS COISAS NÃO ANDAVAM BEM, SEMPRE QUE EU TINHA UM SAPATO ERA DO BRECHÓ, UMA CALÇA ERA DO BRECHÓ E AS OUTRAS IRMÃS ERA TUDO COISA DE LOJAS FINAS, DAÍ ISSO FOI ESQUENTANDO MINHA CABEÇA, PORQUE ELAS TINHAM AS VENDAS E ELAS COMPRAVAM COM AS VENDINHAS DELAS. DAÍ, ME DERAM A VENDA DE BEBIDAS, DE CERVEJA, GUARANÁ, TUDO ISSO COM A MINHA IRMÃ, SÓ QUE MEU PAI SEMPRE FALAVA “ VOCÊ TEM QUE ME DAR O DINHEIRO, PORQUE NÃO DEU PARA PAGAR OS ARTISTAS, AQUELA COISA”, TÁ, TÁ… DEPOIS JÁ COMECEI A FICAR MAIS ADULTO, SABE O QUE EU FIZ? VOU SAIR FORA DO PAÍS.

ERAM MUITOS ARTISTAS QUE FALAVAM PARA MIM, PORQUE EU FAZIA MALABARES  COM ELES, “IVAN, VÁ SOZINHO TRABALHAR, VOCÊ TEM UM NÚMERO LINDO, AQUI VOCÊ JÁ VIU, NÉ?”… PORQUE ELES NOTAVAM COMO ME TRATAVAM. MAS EU NÃO QUERIA VER O TRATAMENTO QUE ELES ME DAVAM, EU QUERIA SABER QUE EU ESTAVA DENTRO DO CORAÇÃO DELA. NÃO ME INTERESSA  SE É NOVA, O NEGÓCIO É QUE EU TINHA UMA FAMÍLIA. UMA VEZ ME TROUXERAM DA BOLÍVIA OURO, PULSEIRA DE OURO, MAIS OU MENOS COMO ESSA DAQUI, ERA RELÓGIO DE OURO, TUDO… ME TROUXERAM DA BOLÍVIA, PORQUE EU FUI EMBORA PARA OUTRO CIRCO, SEMPRE ESTAVA NESSA.

SEMPRE FUGIA E ELAS ME TRAZIAM DE VOLTA, AS MINHAS IRMÃS ERAM SOLTEIRAS, AS QUATRO, DAÍ IAM LÁ E ME PEGAVAM. E FALAVAM “IVAN, CHEGA..” NO FINAL DAS CONTAS, UMA IRMÃ MINHA DE TANTO ME CUIDAR, FUGIU COM UM CARA E ESTÁ ATÉ HOJE, ESTÁ POR AQUI TAMBÉM… TAMBÉM FUGIU E ESTÁ ATÉ HOJE CASADA. A MÃE LEVOU TODO MUNDO JUNTO, PORQUE ESTÁVAMOS EM SANTIAGO, AÍ, AQUELA COISA…  DEPOIS, PASSOU O TEMPO E O PESSOAL COMEÇOU A COLOCAR EM MINHA CABEÇA… ALIÁS, PARA MIM TODA VEZ QUE EU FUGIA,  EU IA PARA UM CIRCO, IA PARA O OUTRO… ( APONTA NA FOTO ) ESSA É MINHA IRMÃ DE CRIAÇÃO, MINHA MÃE DE CRIAÇÃO… NO FINAL DAS CONTAS  EU FUI EMBORA PARA MENDONÇA, NA ARGENTINA, DAÍ COMECEI A LUTAR NA MINHA VIDA. SOZINHO.

UMA MALA E MAIS NADA. E AÍ COMECEI A TRABALHAR E DEPOIS JÁ PASSEI PARA CIRCO GRANDE, JÁ FUI PARA LÁ DA ARGENTINA, O NINO SEGURA, OS SEGURAS… CIRCO REAL MADRID, DEPOIS TEVE OS TECHIDORES, VIJARBA E O CIRCO DO… HIGYNOS.  AÍ, ESSE TAL DE HIGYNOS ERA UMA FAMÍLIA QUE TRABALHAVA NUMA CAMA ELÁSTICA  NO CIRCO DO TIANE; ELES ERAM ARTISTAS DO TIANE, FAZIAM CAMA ELÁSTICA, E ELES PEGARAM UM CIRCO, COMPRARAM UM CIRCO NA ARGENTINA, COMPRARAM O CIRCO E ELES ME CONTRATARAM.

“PERO” ME CONTRATARAM, EU TINHA TUDO… EU FUI CONTRATADO COM UM CIRCO QUE SE CHAMAVA CIRCO NORTE AMERICANO DE LOS TECHIDORES, FORAM EMBORA PARA  A  ARGENTINA, PARA O URUGUAI, MONTEVIDÉU. NAQUELA ÉPOCA EU FAZIA PATINAÇÃO NO GELO, COMO SE CHAMA, TINHA PISTA DE GELO, “PERO” EU PATINAVA NO GELO, COMO SE CHAMA… NÃO SEI SE VOCÊ CONHECE A VIDA CIRCENSE, COMO SE FALA O MODO DE UM DESFILE, QUE CHAMAVA UM POUT POURRI, E SE CHAMA AQUI  “ CHARIVARI”.

QUE ENTRA TODO MUNDO, VOCÊ ROLISTA FICA NO ROLO, VOCÊ SALTA UM POUCO, VOCÊ FAZ MALABARES, A OUTRA É CONTORCIONISTA, A OUTRA… ENTÃO, FICA TUDO ISSO NUMA APRESENTAÇÃO QUE VOCÊ VAI ASSISTIR, ISSO É PARA O ESPECTADOR, PARA O PÚBLICO, AÍ  ENTÃO JÁ FAZIA TUDO ISSO. AÍ LEVARAM MINHAS COISAS E EU NÃO PODIA SAIR DA ARGENTINA PARA MONTEVIDÉO, POR CAUSA DO MEU VISTO, PASSAPORTE…E LEVARAM TODAS AS MINHAS COISAS…  QUANDO FOI  UMAS DUAS SEMANAS…

ME DÁ UM VISTO, AÍ CHEGA UMA MULHER ONDE EU MORAVA NA CASA DE UMA AMIGA, ELA CHEGOU DANDO RISADA, BOM ELA QUE ME AJUDOU EM TUDO, EU COLOCAVA A ROUPINHA DO FILHO DELA, PORQUE NÃO TINHA NADA, E ELE ERA MAGRO, ERA MAGRINHO E EU TAMBÉM, ENTÃO DAVA CERTO. ELA  FALA ASSIM “QUEIMOU UM CIRCO”, AI QUE DÓ, ONDE QUE SE QUEIMOU UM CIRCO?… EM MONTEVIDÉU, MONTEVIDÉU… E AS MINHAS COISAS QUE FORAM TODAS PARA LÁ!… (RASCOV: NO CIRCO DOS ESTADOS UNIDOS?) NÃO ERA CIRCO DA ARGENTINA, CIRCO NORTE AMERICANO (RASCOV: QUE É MESMO QUE QUEIMOU EM NITERÓI?) É PARENTE DELES…

(PRISCILA: NOSSA OS DOIS QUEIMARAM?) NÃO ESSE FOI HÁ MUITOS ANOS ATRÁS, FOI ALI NO RIO DE JANEIRO, (RASCOV: EM 1960), QUE JOGARAM UM  CIGARRO NA LONA, E NAQUELE TEMPO ERA LONA COM CERA, COM PARAFINA, AQUELA COISA, QUEROSENE E TUDO E COLOCAVA NO SOL FICAVA DURA ESSA LONA, ENTÃO, QUALQUER FOGUINHO JÁ PEGAVA FOGO TUDO, ENTÃO ESSA DAQUI.

AQUELA LÁ TAMBÉM ERA A MESMA COISA, AÍ EU FUI VER ONDE SAIU O CIRCO NO CENTRO DA ARGENTINA, EM RIVADÁVIA, ALI ONDE ESTAVA UM DEPÓSITO, UM TERRENO QUE  ARMAM , DEPOIS DESMONTAM E VÃO PARA FORA, TERRENO DELE. CHEGUEI PERGUNTANDO PARA A MULHER DO CAPATAZ “MENINA, O CIRCO QUEIMOU E AS MINHAS COISAS… MINHAS COISAS!”  ELA DISSE, IVAN, LEVARAM TUDO… QUANDO DEPOIS PASSOU A OUTRA SEMANA, A MULHER,  QUE ERA UMA AMIGA NOSSA, QUE ERA UMA DAS DONAS DO TRAPÉZIO, PORQUE NESSA ÉPOCA, EU ERA PORTOR DE TRAPÉZIO;

EU FAZIA PORTOR, MALABARES E CAMA ELÁSTICA E ADÁGIA, AQUELE NEGÓCIO  QUE JOGA A MULHER LÁ EM CIMA, ERAM UNS QUATRO, CINCO NÚMEROS QUE EU FAZIA. QUANDO CHEGUEI LÁ, A MULHER ME CHAMOU… QUANDO FOI NA SEGUNDA-FEIRA, ME TROUXE ASSIM UM PUNHADO, SABE O QUE ERA? AQUI NUMA MÃO OS PATINS, QUE ERA SÓ O MATERIAL, PORQUE O RESTO QUEIMOU TUDO. FACA E MAIS NADA… ERA FACA NO GELO. E AQUI ME TROUXE UM PUNHADO DE “STRASS”, NÃO INTERESSAVA A NINGUÉM, ERA SÓ “STRASS”… AÍ ESSE PESSOAL ME CONTRATOU, ESSE QUE ESTOU FALANDO, DA CAMA ELÁSTICA.

AÍ, EU FUI INDO, FUI LEVANDO… E DAÍ  ME TROUXERAM PARA O BRASIL… ESSE CIRCO ERA O HERMANO PAMPAS… ESSE  ERA OUTRO CIRCO. EM 1967, PARECE QUE FOI NO DIA DO MEU ANIVERSÁRIO, 1940,  9 DE SETEMBRO DE 1967… PASSAMOS PARA CÁ. EU TENHO OS MEUS DOCUMENTOS CERTINHOS. AÍ EU COMECEI COM ELES, SÓ QUE ELES FICARAM… ERAM 3 DONOS DE CIRCO,  E OS 3 DONOS DE CIRCO ERAM CASADOS. AÍ ELES ME DERAM A BEBIDA PARA EU VENDER… AÍ COMO O CIRCO ESTAVA COMEÇANDO, O CIRCO ESTAVA MUITO BOM  O DELES… E COMO ESTAVA COMEÇANDO

AÍ O QUE ACONTECEU?, ACONTECEU QUE ELES FICARAM COM OLHO GRANDE EM MIM, PORQUE EU NÃO TINHA NADA, SE HAVIA QUEIMADO TUDO, MAS     MONTEI TODA AS MINHAS COISINHAS, DEPOIS CONTINUEI DE NOVO, AÍ, UMA MULHER LÁ NA ARGENTINA ME DEU AROS, OUTRA ME DEU UMA CALÇA TOUREIRO, OUTRA ME DEU UMA CAMISA…UMA JAQUETA DE VELUDO… E EU FUI INDO,  FUI ARRUMANDO MINHAS COISAS, EU MORAVA NUMA CASA ALUGADA, AÍ FUI FAZENDO UMA BARRACA… ANTIGAMENTE, SE USAVA MUITO BARRACA… FUI FAZENDO BARRACA, COMPREI MEU BAUZINHO PARA COLOCAR MINHAS COISAS…

E JÁ TINHA DÓLAR, COMPRAVA DÓLAR, AQUELA COISA, AÍ AS MULHERES FALARAM QUE ERA PARA AUMENTAR MEU ORDENADO E TIRAR A BEBIDA DE MIM. VOCÊ VÊ COMO QUE É, NÉ?… PORQUE EU ESTAVA GANHANDO MUITO BEM. GANHAVA BEM COM A BEBIDA E MAIS O MEU ORDENADO. AÍ O DONO DO CIRCO FALOU ASSIM “VOCÊ NÃO LEVA A MAL NÃO, MAS A BEBIDA NÓS VAMOS TIRAR DE VOCÊ E VAMOS TE AUMENTAR MAIS UM POUCO.” POR QUE?… E ELE ERA CHILENO IGUAL A MIM…  “VOCÊ ME DESCULPA PATRÍCIO, SÃO ELAS, NÃO SEI, PORQUE VIRAM VOCÊ ASSIM”… NÃO TEM PROBLEMA NÃO, PODE DEIXAR.

E HAVIA ACABADO DE VIR PARA MIM A FIRMA ONDE TEM O DEPÓSITO, TROUXERAM CAIXA PARA MIM DE CERVEJA E GUARANÁ, SÓ QUE ERA DAQUELA GARRAFINHA PEQUENA QUE HOJE EM DIA NÃO TEM MAIS, SÓ TEM DE PLÁSTICO ESSAS GARRAFAS… AÍ EU FUI NO ORELHÃO, FALEI “OLHA, FULANO, QUERO FALAR COM O SENHOR, POSSO IR  AÍ?”… CLARO, MAS O QUE FOI?… “O NEGÓCIO É O SEGUINTE: ESTOU SAINDO DO CIRCO,  ACONTECEU, ISSO, ISSO E ISSO”… MAS O QUE FOI?… POR CAUSA DA BEBIDA?… EU QUERO QUE SE VOCÊ QUER DEVOLVER O DINHEIRO, EU AGRADEÇO, SENÃO, NÃO TEM PROBLEMA NÃO, PORQUE CULPADO VOCÊ NÃO É.

“NÃO, IVAN… FULANO, TUTANO ( BELTRANO ), VAI PEGAR TODOS OS VASILHAMES… TOMA, IVAN, VAI COM DEUS”… AÍ, CHEGUEI NO CIRCO, AÍ ARRUMEI UMA CARROÇA DE CAVALO, ISSO FOI LÁ PARA SANTA ROSA, PASSO FUNDO, ONDE MORA O PELÉ, O JOGADOR… TEIXEIRINHA, AQUELE PESSOAL… AÍ EU PEGUEI MINHAS COISAS TODAS, EMBALEI, DAÍ ME PERGUNTARAM “IVAN, O QUE ESTÁ ACONTECENDO, IVAN?”… E EU DISSE: SABE DE UMA COISA? EU ESTOU ME RETIRANDO AGORA… “POR QUE, IVAN?… E EU: VOCÊ FALOU QUE VÃO ME TIRAR A BEBIDA E VÃO ME AUMENTAR MEU ORDENADO…  FICA COM A BEBIDA E COM O ORDENADO, E ENFIA… ( RISOS)… “NÃO… NÃO”… E EU, TCHAU!

E EU SEM SABER PARA ONDE IR, NENHUM CIRCO PERTO. PENSEI, ME MANDO PARA PORTO ALEGRE; EMBARQUEI MINHAS COISAS NO TREM DE BAGAGEM, SÓ QUE LEVEI MEUS APARELHINHOS SEPARADOS. AÍ ME FUI PARA PORTO ALEGRE, CHEGO LÁ, ESTRÉIA SEXTA-FEIRA, O CIRCO ORLANDO ORFEI…EU TENHO CAPACIDADE.. IVAN, LEVANTA PARA LÁ… LÁ NO GINÁSIO NÃO TINHA LONA, SE USAVA GINÁSIO ALI, PORQUE A LONA DELE ERA CONTRABANDO, CHEGUEI LÁ NO ORLANDO ORFEI E DISSE: EU SOU ARTISTA, SOU MALABARISTA, SOU CHILENO E QUERIA SABER SE PRECISA DE MALABARES…

“AH, MAS NÃO SEI… TODO MUNDO FALAVA EM ITALIANO, ENTÃO EU NÃO ENTENDIA NADA E NINGUÉM ME ENTENDIA, AÍ ME LEVARAM PARA O ORLANDO ORFEI, E ELE ESTAVA FAZENDO MASSAGEM LÁ NO GINÁSIO, E ELE ESTAVA SEM PERUCA, PORQUE ELE USA PERUCA, NÉ?…USAVA… ATÉ HOJE USA… ELE ESTÁ LÁ NO RIO. AÍ, ELE FALOU, “VEM AQUI… FAZ UMA APRESENTAÇÃO PARA MIM”… QUE VOU DAR APRESENTAÇÃO O QUE, EU SEI ONDE COLOCO OS MEUS PÉS… CHEGUEI LÁ NO HOTEL, PEGUEI UM HOTEL DE 5 ESTRELAS, ESTAVA COM DÓLAR…

QUANDO CHEGO LÁ, O HOMEM TAMBÉM CHEGA LÁ, NO MESMO HOTEL, PARA TOMAR BANHO, SÓ QUE EU FIQUEI QUIETINHO E FALEI PARA O CARA, ME ACORDA, EU VOU JANTAR… JANTEI… PEGUEI UM TAXI…O GINÁSIO  CHEIO DE GENTE… RODA DAQUI, RODA DALI, NÃO QUERIAM ME DEIXAR ENTRAR.  AÍ, “Ô, BELO, NÃO VEIO POR QUE… AH, SEU MALABARISTA ITALIANO… IVAN, VAI LÁ… PRONTO! E AGORA?… A MÚSICA NA ÉPOCA ERA DISCO, NÃO ERA COMO É FITA… ERA DISCO… E AGORA MÚSICO… E  PARA EU ME ENCAIXAR COM MÚSICO E TUDO?…

TODOS ITALIANOS… AÍ CHEGO E FALO ASSIM: EU QUERIA VER QUE MÚSICA VOCÊS PODIAM COLOCAR, EU DANÇO MAMBO, VOCÊS CONHECEM MAMBO DA ESPANHA?… “CONHEÇO COMO É?”… NÃO É ESSA NÃO… DAÍ COMECEI A FAZER A INTRODUÇÃO PARA ELES, PARA ELES ENTENDEREM… E NÃO FOI QUE PEGARAM!… DAÍ EU FALEI: TEM OUTRA COISA, TEM ENTRADA, COMO COLOCAR A ENTRADA?… “EL CUMBA, EL CUMBA, EL CUMBACHERO” (CANTAROLA)… NÃO, NÃO DÁ CERTO ESSA PARA MIM, ESTOU ENTRANDO AGORA NO BRASIL, EU FALEI:  VAMOS FAZER UM NEGÓCIO… VAMOS COLOCAR AQUARELA DO BRASIL!…

AQUARELA DO BRASIL… NÃO… TÁ LENTO… NÃO… ASSIM… VAM’ BORA!… DAÍ EU FALEI: COMO ME ANUNCIA?… PENSEI ASSIM: SABE DE UMA COISA? EU DANÇO… VAMOS COLOCAR “IVAN, O MALABARISTA CUBANO”… DAÍ QUE EU COMECEI… FOI DAÍ QUE EU VIREI CUBANO! AÍ JÁ ENTREI LÁ NO CIRCO… NOSSA!… QUANDO VI LÁ AQUELE MONSTRO,  COMO UM ESTÁDIO, IMENSO, COMO SE FOSSE O IBIRAPUERA DAQUI DE SÃO PAULO, CIRCO GRANDE TAMBÉM… AH, MEU DEUS DO CÉU… E EU CUMPRIMENTANDO E O PESSOAL ASSOBIANDO, AQUELA COISA, MANDANDO BEIJINHO PARA CÁ… E EU NÃO QUERO NEM SABER SE ELES ME CHAMAM DE BICHA, SEI LÁ… EU JÁ TÔ AQUI COM MEU DINHEIRO NO BOLSO… E GRITO…

E JÁ COMECEI  (CANTAROLA… DANÇA) E O POVO, EEEE… E PENSAVA, SERÁ QUE DANÇO?… SERÁ QUE NÃO DANÇO?… E, HEI, HEI… E VOU COM A CLAVE PARA LÁ E VOLTO PARA CÁ, QUANDO VOU VIRAR AQUI, ORLANDO ORFEI ESTÁ AQUI, DO MEU LADO… HEI, HEI… (BATENDO PALMAS)… AH, PRONTO!…DAÍ QUE ME DEBANDEI COM TUDO… JÁ VIU, ORLANDO ORFEI QUE ERA O PRINCIPAL DA COMPANHIA DELE, O DONO DO CIRCO, PRONTO, TODO MUNDO E PRONTO… QUANDO TOCAVAM COMO ERA O MAMBO NA ESPANHA, EU SÓ FAZIA “TANTARA RAM”… DAÍ, COMECEI A DANÇAR ESPANHOL TAMBÉM, E O OMBRO, PRONTO, COLOQUEI TODO MUNDO AQUI DEBAIXO ( MOSTRA O BRAÇO)…

AÍ TODO MUNDO, “NOSSA!”… DAÍ FOI INDO, FUI INDO… FICAMOS TREZE MESES. SÓ QUE O ORLANDO ORFEI ESTAVA INDO PARA ARGENTINA, DAÍ QUIS ME LEVAR, EU DISSE: NÃO, SR. ORLANDO, PARA MIM NÃO DÁ, EU VENHO DA ARGENTINA, CONHEÇO TUDO, SALTO, RIO GRANDE, RIO GRANDE DO SUL…JÁ FUI PRA BOLÍVIA, VOLTEI, DAÍ FIQUEI NO BRASIL, AÍ FUI COM UM CIRCO QUE ERAM TRÊS LUTADORA… AÍ ELE FALOU PRA MIM ASSIM:  “VAMOS FAZER O SEGUINTE :ABRE UMA CONTA NO BANCO AQUI QUE EU VOU TE MANDAR TODOS OS MESES PRA VOCÊ, TODA SEMANA, VOU MANDAR DINHEIRO PARA VOCÊ COMER E BEBER…

E ME ESPERE, VOU TE MANDAR METADE DO ORDENADO”. E EU: NÃO SENHOR, NÃO ME MANDE NADA,  DEIXE QUE EU ME VIRO. AÍ, O CIRCO FOI EMBORA PARA  A ARGENTINA E EU FALEI: E AGORA? ONDE TEM CIRCO COMO NO CAFÉ DOS ARTISTAS. CHEGUEI LÁ, NO CAFÉ DO ARTISTAS (RASCOV :LÁ EM PORTO ALEGRE?) EM PORTO ALEGRE!…AH, VOCE É DE CIRCO?… POIS É ! ESTOU PROCURANDO UM CIRCO E AGORA?… TEM UM CIRCO FULANO DE TAL, FAMÍLIA TAL, ELE TÁ PRA LÁ, NAO SEI ONDE… EM UMA CIDADE… TEM QUE TOMAR ÔNIBUS AQUI… NÃO SEI O QUE… TÁ BOM ,TÔ INDO!… BORA LÁ VER QUEM É….

AÍ COMEÇA… O ÔNIBUS ASSIM (SINALIZA COM A MÃO ,COMO SE ESTIVESSE LOTADO)… ERA COMO UMAS CINCO HORAS DA TARDE, ISSO FOI NA SEGUNDA FEIRA, QUANDO CHEGOU, OITO HORAS… HUM… MEU DEUS DO CÉU!… ATRAVESSOU A LUA… E MATO, MATO PRA TODO LADO… E O ÔNIBUS PASSANDO NO MEIO… FALEI: O MEU DEUS PRÁ ONDE QUE EU VOU?… E O ÔNIBUS VAZIO… JÁ NÃO TINHA MAIS NINGUÉM…

QUANDO CHEGO LÁ, VI ASSIM UMA PAREDE BRANCA, PORÉM, NÃO VI MAIS NADA!…PASSEI UMA PAREDE BRANCA… AQUI É PONTO FINAL DE ONIBUS!… HI!… MEU DEUS!…TÁ BOM MOÇO, E AGORA?… O QUE QUE EU FAÇO?… ONDE TÁ ESSE CIRCO?… AONDE QUE TÁ O CIRCO, MEU DEUS?… NAO TEM CIRCO NENHUM!… AÍ, EU PERGUNTO: MOÇO ONDE TEM UM CIRCO?…“NA SUA FRENTE, ALI!”… O QUE ?… AQUELE BRANCO ?… “É!”… NÃO ACREDITO!… E SABE POR QUE NÃO VI O CIRCO?… PORQUE LÁ, O CIRCO SE CHAMA… AQUELE CIRCO  É… É, NESSES ANOS QUE ESTOU FALANDO, NÃO TEM ESSA LONA DE PLÁSTICO, ERA AQUELA LONA QUE TE FALEI DE PARAFINA, ENTÃO O QUE QUE ELES FAZIAM?

COMO A LONA ERA BRANCA, ELES MONTAVAM A LONA E ABAIXAVAM A LONA E ENROLAVAM ASSIM NO MATO E FICAVA ESSA PARTE DA FRENTE, ERA…COMO É… ERA SÓ DE LATA E ERA BEM PINTADO DE BRANCO, PORÉM, NÃO DAVA PRA VER A PARTE DA BILHETERIA E TUDO. AI QUE BOM!… OBRIGADO, MOÇO!… DISSE AO MOÇO… AÍ, CHEGUEI POR UM CANTO E, NESSA ÉPOCA TAVA ESSE NEGÓCIO DE POLÍTICA, TRABALHANDO, COMO É?… TRABALHANDO, ( PERGUNTA A MARI E RASCOV ) FAZENDO ESPETÁCULO PRA VOCÊ ESCOLHER UM DEPUTADO… ERA NEGÓCIO DE ELEIÇÕES. E ESSE CIRCO TAVA TRABALHANDO  NESTA CIDADE COM ELEIÇÕES, ELEICÕES PRA DEPUTADO. AÍ CHEGUEI LÁ TINHA UM RAPAZ QUE TAVA NO TRAILER ARRUMANDO UM PNEU E EU FALEI ASSIM: COMO SE CHAMA? ( TENTA LEMBRAR O NOME DO RAPAZ )… MOÇO, BOA NOITE, BOA NOITE!… É O CIRCO NÉ?… “É O CIRCO SIM!”

É, EU QUERIA FALAR COM O DONO DO CIRCO. “PERAÍ” ( MOÇO ) Ô MÃEEEE… “Ô QUÊ?” (MÃE) . “TEM AQUI UM MOÇO QUERENDO FALAR COM VOCÊ… ( MÃE ):   “NÃO VOU FALAR NÃO… JÁ TÔ LOTADA… TENHO TODO MEU ESPETÁCULO VENDIDO PRO DEPUTADO… TANTO DEPUTADO… E EU: NÃO, FALA PRA ELA QUE EU SOU DE CIRCO!… FILHO: “NÃO MÃE, ELE É DE CIRCO !”… MÃE: “ELE É DE CIRCO ?…AH, ENTÃO, MANDA ELE ENTRA, MANDA ELE ENTRA! SABE QUEM É? SABE QUEM ERA? A AVÓ DA SIMONY! ( MARIANA,  AO FUNDO: “NOSSAAAAA!…” ( RASCOV: “A AVÓ DA SIMONY?” ) IVAN: A AVÓ DA SIMONY!…VOCÊ CONHECE A SIMONY?… ( RASCOV: “SEI ,SEI,  A SIMONY, AQUELA ATRIZ!… AQUELA DO BALÃO MÁGICO!” )… AH, FEZ O BALÃO MÁGICO!… ERA A AVÓ DA SIMONY.

AÍ, GEGELAU COMO VAI?… NÃO SEI O QUÊ… AÍ EU SOU… JÁ DISSE QUE ERA ARTISTA DO ORLANDO ORFEI !… “NOOOOSSAAA”… ME COLOCARAM LÁ EM CIMA NÉ?… EU SOU ARTISTA DO ORLANDO ORFEI, NÃO  SEI QUE… “ALEMÃO”… NÃO SEI O QUÊ… “VAI LÁ,  ARRUMAR UM HOTEL PRA ELE”… JÁ ME PAGARAM HOTEL… FIZERAM CHURRASCO,TUDO… AÍ, EU COMECEI !…  FUI EM PORTO ALEGRE COM ELE DE CAMINHONETE ME LEVARAM!… FUI PRA PORTO ALEGRE PEGAR MINHAS COISAS AÍ,  FIQUEI TRABALHANDO UM TEMPÃO COM ELE!… ( RASCOV: “E COMO SE CHAMAVA O CIRCO?” ) … CIRCO AMÉRICA !CIRCO AMÉRICA! ( MARIANA: E  EU VOU APROVEITAR E TROCAR DE FITA!”… IVAN: FALEI DEMAIS…

FITA 02 ( IVAN )

AIAIAI… PRONTO? (MARIANA) PODEMOS CONTINUAR? PODEMOS.PODEMOS! AÍ,  COMECEI A TRABALHAR COM ELE, AÍ ME TROUXERAM MAIS PERTO PRA CÁ DE SÃO PAULO,   JÁ ESTÁVAMOS NOS BAIRROS, DEPOIS COMECEI A TRABALHAR COM O CIRCO ROBATINE, PASSEI PRO CIRCO ROBATINE! FIQUEI TRABALHANDO PELAS BEIRADAS AQUI, DEPOIS O PESSOAL DO CIRCO ROBATINE FALOU   PRA UMA IRMÃ DELES  ASSIM: “FALA PRO IVAN QUE O ORDENADO QUE TEM AQUI,  ELE QUE TA VINDO AGORA,  NÃO VAI TER NUNCA MAIS AUMENTO… PODE FICAR COM ESSE ORDENADO ATÉ QUANDO ELE MORRER!”

AÍ EU ME MANDEI DE NOVO PARA O CIRCO DA SIMONY. DEPOIS ME DEU VONTADE E EU COMPREI UM CIRCO. MAS NÃO DEU NADA CERTO…( MARI E RASCOV: “AH É? VOCÊ  TEVE UM CIRCO!… FOI COMPRA UM CIRCO?”… É AÍ COMPREI UM CIRCO,MAS NÃO DEU CERTO…  DEPOIS  FUI PRO CIRCO DO ( CAMÊRA CAI NO CHÃO, SAI DE FOCO E ESTOURA NO AÚDIO )… ( VOZ DA OUTRA REPÓRTER: “MURCHOU O NEGÓCIO”… ( MARIANA: “NOSSA DESCULPA, DESCULPA, TAVA TRAVADA!” )… ( REPÓRTER 2: “TAVA O QUE ?…  TAVA TRAVADA?… ( MARIANA: TRAVADA!… AH, ACHEI QUE TAVA, MAS NÃO, DESCULPA! IMAGINA!”

E AÍ, NOSSA!… NOSSSAAAA!… ( BRINCADEIRAS DA EQUIPE E DO ENTREVISTADO PELA SITUAÇÃO DA CAMÊRA. RISOS… “E AGORA?” RISOS… “DE TANTO FALAR A OUTRA, VAI SAIR A BERMUDA E CHINELO!” RISOS… “A GENTE CORTA! TÁ! CORTA ANTES DE MOSTRAR PRO POVO! AI, DEIXA EU COLOCAR MAIS PRA CÁ, VAI CAIR DE NOVO !”.

AI, AONDE ESTÁVAMOS? ME ESQUECI!… ( EQUIPE: NO CIRCO! QUANDO COMPROU UM CIRCO! ) TÁ, AÍ ME DEI ERRADO!… AI, QUE QUE EU FIZ?… ENTÃO,  ME MANDEI COM O CIRCO COM UM PARENTE DO CHUCHU…  FIQUEI COM ELE E DEPOIS, ME FUI COM O CHUCHU… AÍ ESTÁVAMOS TRABALHANDO NOS BAIRROS, NOS BAIRROS POR AQUI!…  TRABALHAMOS NESTE LUGAR… ( MARIANA: “CHUCHU É UM PALHAÇO?” ) ÉEEE… O  PAI DO LUIZ RICARDO, ELE TRABALHAVA COM…COMO É?… ERA PALHAÇO JUNTO COM …COM AQUELE FAMOSO… CAREQUINHA… PARECE QUE ERA, ELE TRABALHAVA MUITO NA TELEVISÃO O CHUCHU…

AÍ PASSOU ( TOSSE ), AÍ EU SEI QUE ELE FOI VISITAR UNS PATRÍCIOS MEUS, LÁ NO CIRCO PICADEIRO, AÍ EU FALEI ASSIM: HOOO COMO QUE VAI? TUDO BEM? AÍ ME CHEGA O JOSÉ WILSON, EU TRABALHEI MUITO COM ELE QUANDO ELE ERA EMPREGADO ( BARULHO DE CHUVA AO FUNDO )… ELE ERA TRAPEZISTA, PORTO DE TRAPÉZIO ( RACOV: ELE ERA PORTO? ) SIM, ELE ERA PORTO! EU HAVIA TRABALHADO MUITO COM ELE… “NÃO!… VOCÊ NÃO QUER VIR TRABALHAR COMIGO?”  EU FALEI: NÃO, NÃO SEI… PERAI… É… TÁ BOM, TCHAU!… QUANDO CHEGUEI LÁ NO CIRCO, ELE FALOU PRA MIM QUE ESTAVA QUERENDO E EU: SERÁ QUE É VERDADE? QUANDO FOI NA OUTRA  SEMANA…

ELE FALOU ASSIM PRA MIM: IVAN, EU TE PAGO 220 REAIS, ISSO É UMA SUPOSIÇÃO,E EU GANHAVA 100 REAIS POR MÊS NO CIRCO DO CHUCHU… ERA 25 REAIS POR SEMANA. E EU VENDIA BALAS, FORA DO CIRCO, ENTÃO PRA MIM NÃO ERA VANTAGEM PORQUE 25 REAIS LÁ FORA, NAO É NADA E O POVO ENTRA PRA DENTRO NÃO COMPRA NADA  E  CINQUENTA EU VENDIA! UMA VEZ, FUI VENDER CHURRASQUINHO… ÀS VEZES, ME DAVA MAIS LUCRINHO, MANDAVA UM MOLEQUE, O MOLEQUE IA LÁ, COITADINHO, OS CARAS QUE SÃO MAIS SEM VERGONHA, CHEGAVAM, COMIAM CHURRASCO DELE E ELES SE MANDAVAM… ENTÃO ELE NÃO PEGAVA, PRONTO!… JÁ FICAVA SEM CHURRASCO… AÍ JOGAVA TUDO FORA…

AÍ EU FUI DE NOVO  PERGUNTAR: VOCÊ TÁ FALANDO SÉRIO? TÁ BOM! COMO É QUE É, FALA PRA MIM: “Ô IVAN, AQUI É A KOMBI, VOCÊ PODE ENTRAR NO TEU  TRAILER.  AQUI A KOMBI LEVA PRO “CIRCO ESCOLA” QUE FICA NO GRAJAÚ E DEPOIS TRAZ E TE LEVA E TEM VÁRIAS KOMBIS LÁ”…  TÁ BOM…  E QUANTO QUE TÁ?… “VOCÊ VAI GANHAR 120 REAIS!” 120 REAIS!… JÁ AUMENTOU CEM… E COMO QUE É?… 220!… PUTS, AUMENTOU 120 PRA MIM. SE JOGAR NA BACIA, MAIS 100 SÃO 220!… TÁ BOM!… SÓ QUE O PROBLEMA É AQUELE, LEVANTA CEDO, VOLTA TARDE, VAI TODOS OS DIAS… AÍ FUI INDO, FUI INDO… FUI LÁ, TRABALHEI COM ELE.

( RASCOV: E VOCÊ FICOU MORANDO NO CIRCO ESCOLA PICADEIRO?”… LÁ COM ELE!… DEPOIS FUI CONTRATADO PRA GUARULHOS , PORQUE DEPOIS TIRARAM ELE FORA!… ELE!…ELE!… TIRARAM ELE!… A DONA ALDA MARCO ANTONIO, SE NÃO ME ENGANO… EU NÃO SEI !… ELE SAIU FORA DO CIRCO ESCOLA. ELE NÃO ERA MAIS   EMPRESÁRIO. ELE ERA EMPRESÁRIO, ELE ERA EMPRESÁRIO PRA FIRMA. ERA ELE QUEM CONTRATAVA OS PROFESSORES E ELE QUE PASSAVA PROS PROFESSORES. TEM TANTOS… TANTOS…  ENTÃO PRONTO!… AÍ ELE SE AFASTOU E EU FIQUEI TRABALHANDO DE PROFESSOR LÁ NA  CIDADE JARDIM.

AÍ QUE TAVA Ô POCCIOLI,  TAVA Ô ROBERTO, TAVA A SUZANE, TAVA ESSE MENINO QUE TAVA NA NOVELA AGORA POUCO, Ô Ô Ô… ( MARIANA: “DOMINGOS!”)… HUM, Ô DOMINGOS!… CACÁ ROSSET!… ( RASCOV: “FORAM SEUS ALUNOS?” ) CACÁ ROSSET ERA DO TEATRO…E ELE FEZ AQUELA PEÇA COMO QUE É? VERÃO…VERÃO… NÃO SEI O QUÊ (EQUIPE RESPONDE: “SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO” ) QUE LEVOU PARA O ESTADOS UNIDOS, A MULHER TODA NUA, AQUELA COISA!… E TAVA  AQUELA MENINA DO FRATELLI , Ô FRATELLI, ESSA ERA MERA ALUNA DA GENTE…

E ELES FORAM FAZENDO TRAPÉZIO, QUANDO CACÁ ROSSET… É… FIO DENTAL… ( RASCOV FALA NO MEIO: “NA HORA ACENDIA, EU ASSISTI…” ) NA HORA COMO QUE É?… LUZ NEGRA!… SÓ SE VIA A ROUPINHA, SÓ SE VIA NA HORA DO TRAPÉZIO, SÓ SE VIA O TAPA SEXO E VOCÊ VIA O TAPA SEXO ANDANDO PRA LÁ E PRA CÁ ( CHOVE FORTE ) VOADÃO, NÃO SE VIA NADA ( RISOS ). ( IVAN BATE AS MÃOS ) E A MENINA LÁ PELADA, LINDO, LINDO… MUITO LINDO O SHOW! E O ZÉ TAVA NESSA TAMBÉM, ZÉ WILSON ERA TAMBÉM NESSA PEÇA… ELE FOI LÁ PRA… PRIMEIRO A PEÇA FOI, COMO É QUE SE CHAMA?… PRIMEIRO A PEÇA FOI PRA… COMO SE CHAMA, HEIN?… AI AI AAI!… CURITIBA, TEATRO DO ARAME… ARAME, FOI LÁ. AÍ DEPOIS ELES VIERAM EMBORA E SE MANDARAM E EU FIQUEI COM ELE.

SÓ QUE EU, UMA VEZ, DEU UM PROBLEMINHA COM ELE, UM PROBLEMINHA QUE ELE SEMPRE TEM NAQUELAS CONVERSINHA QUE VOCÊ VAI E TRAI, ENTÃO, EU NÃO SOU, ACABO E COMO EU ACABEI DE FALAR PRA VOCÊ,  A HISTÓRIA DA BEBIDA, EU NÃO QUERIA FICAR PORQUE É BAIXESA, É UMA BAIXESA NÉ?… PÔ!… QUERER GANHAR MAIS QUE A GENTE…TIRAR BEBIDA PRA MIM, QUE ERA UM ORDENADO QUE GANHAVA, POIS É 100 REAIS POR SEMANA, SE GANHAVA MAIS CEM JÁ TAVA CERTO!… É COMO ACABO DE FALAR, TAVA GANHANDO CEM, VOU GANHAR MAIS CENTO E VINTE, ENTÃO COZINHA PRA MIM, PORQUE ELES TÃO GANHANDO MUITO MAIS.

ENTÃO, SABE, EU FALEI AQUELE CONVERSA, VAI E TRAI… E EU FALEI, ME CHAMOU A ATENÇÃO DE UMAS COISINHAS TÃO BANAIS, NÃO TEM PROBLEMA NÃO FILHO, POIS EU JÁ NÃO TRABALHAVA MAIS COM ELE, PORQUE EU FUI TRABALHAR PARA Ô SERÓDIO, COMO FOI FECHADO, FECHADO NÃO, A ESCOLA CONTINUA  ATÉ HOJE, ELE QUE SAIU, ENTÃO ELE FALOU “FICA AQUI”! “COMO PROFESSOR E EU TE PAGO A MESMA COISA”, PORÉM TEVE UMA CONVERSINHA MAL ENTENDIDA, ENTÃO JÁ PRA NÃO ALONGAR E NÃO TER MAIS CARA FEIA, AQUELA COISA NÉ?… EU FALEI: SABE DE UMA COISA?… BOM!…  ( PRISCILA: “AÍ VOCÊ JÁ ERA PROFESSOR? ) JÁ, JÁ ERA PROFESSOR, ME RETIREI DE LÁ

AÍ  FUI PRO SEM TERRA… AÍ CHEGUEI, FUI UMA VEZ EM UM ANIVERSÁRIO DE UNS COLEGAS NOSSOS,  CHEGUEI E JÁ FALEI…  CHEGUEI NO ANIVERSÁRIO, PASSO… ( RASCOV: “SÓ UMA COISA, QUANDO VOCÊ ROMPEU COM O CIRCO ESCOLA PICADEIRO VOCÊ TEVE QUE TIRAR O TRAILER DE LÁ? )  NÃO, ANTES… PERAÍ… ANTES, JÁ  ESTIVE LÁ, ESTOU CONTANDO ESTA AGORA, ESCUTA SÓ… AÍ EU FUI PRO MEU  ANIVERSÁRIO, AINDA NÃO HAVIA ACONTECIDO DE TIRAR O TRAILER, AÍ EU CHEGUEI NO ANIVERSÁRIO DEI A ROUPINHA PARA UM MENINO QUE ERA O PRIMEIRO ANINHO, QUE UM AMIGO NOSSO CIRCENSE…

QUE  ESTAVA COM O BETO CARREIRO, E ELES FICARAM PARADOS TAMBÉM, AÍ EU DEI A ROUPINHA PRA ELE E FOMOS NO ANIVERSÁRIO,  DEPOIS, QUE ERA  JUSTAMENTE, ERA ANIVERSÁRIO MEU E DE UM ANO DO  NETO DO SEU ESBANO… TAMBÉM FESTEJARAM E… AÍ VEIO SEU ESBANO E FALOU ASSIM: “Ô GENTE, ERA QUEM MANDAVA NO TERREIRO NÉ?… SEU ESBANO!… NÃO VAMO TER QUE FAZER UMA COISA, VAMO TER QUE VER SE A GENTE COMPRA UM POSTE DE LUZ, É COMO É COM URGÊNCIA POIS, ESTE POSTE LUZ NÃO É, COMO SE CHAMA, COMERCIAL, E AQUI TEM QUE COMPRAR UM POSTE DE LUZ DE COMÉRCIO…

IMENSO, POIS ERAM MUITOS TRAILERS, E ERA PEQUENININHO LÁ, E NÃO SEI O QUÊ… NÃO SEI O QUÊ… ENTÃO TEM QUE DAR VINTE REAIS CADA UM… E NÃO SEI O QUÊ… SEU ESBANO TOME AQUI, “NÃO, IVAN, VOCÊ NÃO MORA  AQUI!”… NÃO TEM PROBLEMA, ALGUM DIA EU POSSO VIR!… PELO MENOS ESTOU DANDO A MINHA… COMO É QUE É?…( EQUIPE: “ CONTRIBUIÇÃO!… MINHA CONTRIBUIÇÃO!) QUANDO FOI NA SEMANA SEGUINTE, EU FUI CORRENDO LÁ PEDIR AJUDA PRA PEGAR MEU TRAILER, DE LÁ DO SEU WILSON DO CIRCO, E ME TROUXERAM  DEPOIS, CONTINUEI NO CIRCO ESCOLA ( RASCOV: “ISSO ERA QUE ANO MAIS OU MENOS?) IIIHHH… OLHA , TIRA AS CONTAS ,VINTE ANOS PRA TRÁS…

( RASCOV: “DOIS MIL E DOZE” )… ( EQUIPE FAZENDO CONTA: “NOVENTA E DOIS… NÃO!… NOVENTA E DOIS MAIS OU MENOS” ) SERÁ QUE É NOVENTA E DOIS?…BOM, AÍ NÉ?, EU CHEGUEI…EU CHEGUEI COMO SE CHAMA… EU CONTINUEI LÁ, EU IA LÁ COM ELES, EU NÃO SEI SE TEM AQUELE TELEFONE DA INTEL… A NÃO, NÃO, ESTE NÃO, ESTE JÁ É OUTRA… PORQUE CADA VEZ AUMENTAVA, COMO É? FIRMAS…É, É… COMO SE CHAMA?… NÃO É FIRMAS, OU ESTATAL ( PRISCILA: “ESTE É DOIS MIL, DATA DE ADMISSÃO DOIS MIL…” ) ESTA… POIS A ESTATAL JÁ TIRA TODO O PROFESSOR E COLOCA OUTRO QUE AJUDA, SÓ QUE TEM UMA COISA COM A GENTE, POIS A DIRETORA GERAL NUNCA DEIXAVA A GENTE SAIR…

POIS SEMPRE O TRABALHO COM A GENTE ERA MUITO LINDO, ENTÃO, ELA FALAVA: “PODE CONTRATAR NÃO, DEIXA TODOS ELES, CONTINUA A MESMA COISA”… TÁ ENTENDENDO?… AÍ  FUI LÁ NO CIRCO E CONTINUEI, CONTINUEI… DEPOIS, COMECEI A TRABALHAR DE CACHÊ NO CIRCO, IA E VOLTAVA… AÍ VIM AQUI! A MARÍLIA TINHA UM LINDO  BAR, COISA MAIS LINDA, UM BAR, ERA UMA BARRACA LINDA, QUE ESSA DONA CAROLA DE GARCIA, ESSA DONA DEU NA BARRACA, UMA MIRINGERIA SE CHAMA, MIRINGERIA ONDE BOTAVA OS BICHOS…

SABE, ONDE GUARDAVA OS BICHOS PRA ELA?… MANDOU FAZER UMA BARRACA GRANDE, IMENSA, TROUXE PRA ELA, E ELES MONTARAM… VOCÊS TINHAM QUE VER QUE COISA LINDA!… VOCÊ PARECIA QUE ESTAVA NA FLORESTA, CHEIA DE FLORES , ÁRVORES PRA DENTRO, TUDO COISA PEQUENA.CHEGAVA UMA HORA DA MANHÃ, ELA… VAI… COMO QUE É?  VAI MADRINHA, AGORA JÁ… ADORAVA MUITO O MACARRÃO DELA, E TOMAMO CERVEJA, SÓ QUE NO OUTRO DIA, JÁ ERA MEIO DIA E TINHA QUE SAIR CORRENDO COMO NO HORÁRIO MAIS OU MENOS, COMO HOJE, SÁBADO, TINHA QUE IR TOMAR ÔNIBUS, METRÔ, PRA CHEGAR AO BAIRRO, TRABALHAR LÁ  NA MATINÊ.

AÍ FIQUEI, FIQUEI… DEPOIS, GRAÇAS A DEUS, PASSAMOS PRA CÁ NO ALOJAMENTO ( RASCOV: “ESSA ÉPOCA COMO ERA PRA CHEGAR ERA SÓ…” ) NÃO!… PARECE QUE QUANDO EU CHEGUEI, ERA ASSIM , VAMOS SUPOR, PARECE QUE ERA ASSIM, SE VOCÊ TAVA NO CIRCO E TE MANDAVAM EMBORA E NÃO TINHA LUGAR PRA ONDE IR. VOCÊ VINHA PARA O SEM TERRA E PARECE QUE VOCE TERIA UMA BASE DE TRÊS MESES PARA PODER ARRUMAR, PRA IR PRA OUTRO LUGAR ( MARIANA: “ERA UMA COISA PROVISÓRIA?” ) ERA UMA COISA PROVISÓRIA,  MAS, PRA SEMPRE VOCÊ TEM QUE PAGAR UM “X”, PRA AJUDAR NÉ?… PRA PAGAR ÁGUA, LUZ, TUDO…

UMA COISA QUE ESTAVA ALI, ERA QUASE NINGUÉM E JÁ ESTAVA EM CASA, SÓ QUE DEPOIS, JÁ COMEÇOU A CHEGAR GENTE… JÁ… JÁ… COMEÇOU A CHEGAR GENTE DO NORTE, TÁ CERTO, TAMBÉM SÃO SER HUMANO COMO A GENTE, SÓ QUE DEPOIS  JÁ FICOU UMA BAGUNÇA, HORRÍVEL… HORRÍVEL… ( RASCOV: “VOCÊ CONHECEU A DIRCE TANGARÁ?” ) CONHECI A TIA DELA NÉ?… AÍ… AÍ…  CHEGUEI  E… CONTINUEI, TRABALHEI COM ELA TAMBÉM, QUE É PRIMA, TIA, IRMÃ DELE TAMBÉM ( ENTRA NA CASA, O IRMÃO DA DIRCE E DA  IRMÃ DELE ) ( RASCOV: “IRMÃ DELE?… É DÁ UM TOQUINHO” ) (TEM UM CORTE NA IMAGEM)

00:13:37 CIRCO ESCOLA NÉ?… FUI PROFESSOR E FIQUEI VINTE ANOS NESTE CIRCO ESCOLA E ELES ME QUEREM AINDA, PELA IDADE QUE EU TENHO, ELES QUEREM QUE EU CONTINUE ( MARIANA: “QUANTOS ANOS?” ) SETENTA E DOIS  ( RASCOV: “ELE MUDOU DE LUGAR?” )  HÃ?… ( RASCOV: “ELE MUDOU DE LUGAR?… ELE CONTINUA LÁ?” ) QUAL?… ESTERÓLIO?… ( RASCOV: “O CIRCO ESCOLA PICADEIRO,NÃO? ) NÃOOO… ELE SE FOI, TIRARAM ELE DE LÁ, PORQUE, NÃO SEI O QUE FIZERAM LÁ, É… TINHA A CAIXA DE FUTEBOL, VÁRIAS, CAMPOS DE FUTEBOL E O CIRCO… DEPOIS, TIRARAM E NÃO SEI O QUE, ELE TÁ LÁ, EM OSASCO… AGORA  (RASCOV: “ ONDE?… OSASCO? )  OSASCO!… TÁ LÁ,  EM UMA PONTE, TÁ LÁ, O CIRCO DO ZÉ…

O ZÉ AGORA,  COMO ELE É… COM A ESPOSA DELE, COLOCARAM UM CIRCO NO RIO, TÁ LÁ NO RIO ( PRISCILA: “NÃO PODE FILMAR DAS PERNAS PRA BAIXO POR QUE ELE TÁ DE BERMUDA E NÃO PODE PEGAR OS CALOS DO PÉ TAMBÉM, É SÓ DA CINTURA PRA CIMA PORQUE… ) ( HOUVE UM CORTE ,VOLTAM PARA O IVAN ) MUITA FALTA DO CIRCO, EU TÔ HÁ TRÊS MESES SEM TRABALHAR, AÍ CHUVA!… CIRCO PEQUENO, GENTE, ELE TEM MUITA GENTE QUE NÃO SEI… CIRCO GRANDE VOCÊ TEM TUDO, NA MÃO, HEIN?… CIRCO GRANDE É QUE A PREFEITURA NÃO SEI ÓI QUE JÁ COLOCA RODA GIGANTE E ELES SEMPRE TEM MAIS… ( PRISCILA: “GRANA”)  TÁ ENTENDENDO?

E O CIRCO PEQUENO NÃO TEM TERRENO PRA LÁ, VAMO COLOCAR EM UM SHOPPING, VAMO COLOCAR NA RODOVIÁRIA, VAMO COLOCAR ALI NO… COMO QUE É?… ( RASCOV: “NO MEMORIAL, SEMPRE COMPLICADO ) MEMORIAL,OLHA LÁ OS MENINOS… SEIS JÁ VIRAM TODA A MINHA HISTÓRIA, PERGUNTA PRA MIM SE EU JÁ TRABALHEI NO MEMORIAL ALGUMA VEZ ( RASCOV: “NÃO!” ). ELES QUE FORAM ALUNOS, OLHA COMO ELES FORAM… ( RASCOV: “NUNCA TE CHAMARAM… ) NÃO!…  O CIRCO EM QUE EU ESTOU, POIS O CIRCO É PEQUENO?… E CIRCO PEQUENO NÃO TEM, COMO SE CHAMA?… AJUDA!… AGORA, CIRCO GRANDE?… OOOHHH… PODE VIR!… VAMO FULANO, PASSA MÁQUINA, VAI COLOCA CIMENTO, BOTA BANHEIRO… AGORA, O CIRCO PEQUENO… AAAHHH…  NÃO DÁ… NÃO TEM!… ESSE É O PROBLEMA!

( PRISCILA: “QUE VOCÊ TAVA FALANDO, IVAN, QUE VOCÊ ACHA DIFÍCIL VIVER EM APARTAMENTO? ) AHH… SIM, ESSE APARTAMENTO NÓS NÃO GANHAMOS BENZA DEUS, PORQUE FOI GRAÇAS A ESSE TERRENO AÍ, QUEM QUE DEU ESSES APARTAMENTOS QUEM QUE VEIO AQUI FOI O PITTA E O QUÉRCIA… TIRARAM… PRIMEIRO FOI A ERUNDINA, TAVA LÁ NO ANHEMBI, ESSE TERRENO ERA DA GENTE, QUEM TOMAVA CONTA E TUDO ERA SEU ESBANO, ESSE TERRENO ELA VEIO COLOCOU PRA ELE ( SINALIZA COM A MÃO NA ORELHA ) PRA ENTREGAR ESSE TERRENO AQUI ONDE TÁ O CARREFOUR… AÍ, SEU ESBANO FALOU: “NÃO DÁ, NÃO!”

ESSE TERRENO PORQUE, TEM MUITO TRANSITO DE ÔNIBUS QUE VEM  E ÔNIBUS QUE PASSA  E SE VOCÊ QUER IR… É MUITA CRIANÇA NO NOSSO GRUPO, INCLUSIVE FOI  ATROPELADA UMA MENINA LÁ NO ANHEMBI ANTES… QUE FOI A NETA DELE ANTES DE SAIR DE LÁ…AÍ, MANDARAM PRA CÁ, AÍ SEU ESBANO NÃO QUIS ENTÃO  MANDARAM PRA AQUI. AÍ O QUE ACONTECEU?…  DEPOIS, VIERAM, ESQUECERAM DE TIRAR PRA COLOCAR A PONTE, ESSA PONTE AQUI, AÍ QUE COMEÇARAM A CADASTRAR TODO MUNDO LÁ. FALARAM ASSIM: “VOCÊ QUER DINHEIRO OU PASSAGEM PRA IR EMBORA DAQUI, OU QUER GANHAR NÃO SEI O QUE?

EU FALEI: OLHA, POR ENQUANTO EU NÃO QUERO NADA! SÓ QUERO SOMENTE QUE VOCES NÃO ME VÃO TIRAR ESSE TRAILER DAQUI, INDEPENDENTE DE QUALQUER ACORDO QUE VOCÊ FAZ, NÃO VOU MANDAR MIL REAIS PRA VOCÊ, E NÃO VAMO PASSAR POR… COMO SE CHAMA?… COM A MÁQUINA, TRATOR, PÔ!…  AQUI EM CIMA, MIL REAIS, PRA MIM, EU NÃO COMPRO NEM O PNEU DELA. EU QUERO OUTRA SITUAÇÃO…  “QUAL QUER?” JÁ QUE VOCÊS TÃO FALANDO DE UMA MORADIA, EU QUERO QUE ME DÊEM UM LUGAR PRA EU FICAR “ONDE VOCÊ VAI COM O TRAILER? VAMO NA VAI-VAI AQUI NA CASA VERDE, NA VAI-VAI, ALI TEM UM TERRENO ALI PODE COLOCAR…” PEGARAM ASSIM MEU TRAILER AQUI, COLOCARAM EM UM CAMINHÃO E ME LEVARAM O TRAILER E ME DERAM UMA MORADIA AQUI, ALOJAMENTO.

AÍ, DEPOIS QUE TERMINOU TUDO ISSO, VIEMOS PRA CÁ, SÓ QUE EU  MORAVA  NO TRAILER E COMO EU JÁ TINHA OUTRO TRAILER PRA LÁ NO CIRCO ESCOLA… PRA LÁ EU JÁ TINHA UM TRAILER COM UM SOBRINHO MEU QUE MORA LÁ… AÍ EU JÁ TAVA COM O TRAILER, ENTÃO EU FICAVA LÁ, SEGUNDA, TERÇA QUARTA E QUINTA…ÀS SEXTAS FEIRAS, ME VINHA PRA ESSE TRAILER AQUI, EM UM BAIRRO AQUI NA CASA VERDE,  FICAVA COM…  COMO É QUE É?… COM PULSE, QUE MORAVA AÍ TAMBÉM DE TRAILER, SABE?… AÍ, NA SEXTA FEIRA ERA CHURRASCO… BEBIDA, NAQUELA ÉPOCA,  ÉRAMOS JOVENS, FUMANDO… FUMANDO…

PERAÍ QUE VOU NO BANHEIRO, PERAÍ QUE VOU FAZER XIXI AQUI, AH… VAMOS, VAMOS FAZER XIXI AQUI!… AQUELA COISA, AQUELA ALEGRIA ENTRE NÓS… ( AUDIO DE FORA VAZANDO, GENTE FALANDO E BARULHO DE COZINHA ) AÍ DEPOIS, SÁBADO VINHA A PÉ…  VINHA AQUI, NO ALOJAMENTO. DOMINGO, TAVA AQUI, ÁS VEZES, FICAVA COM A MARÍLIA, ERA… MORAVA AQUI EM BAIXO DESTE…  EU VINHA PRA CÁ, MEUS AMIGOS VINHAM A PÉ, AÍ LÁ PRA PONTE DA CASA VERDE, DORMIA NO TRAILER, PASSAVA UMAS QUATRO HORA DA MANHÃ, PASSAVA A PONTE E JÁ TOMAVA UM ÔNIBUS QUE ME LEVAVA PRA GUARULHOS.

EU CHEGAVA ÁS SETE E MEIA NO CIRCO ESCOLA. AGORA… SÓ QUE TEM UM NEGÓCIO… AGORA QUE EU SENTO… PORQUE EU MORAVA NO TRAILER LÁ, DEPOIS AQUI, DEPOIS NA CASA, DEPOIS NO TRAILER. AGORA NÃO. ACABOU TUDO ISSO POR QUE ME APOSENTEI… AGORA DEPOIS… O CIRCO PRA MIM, EU JÁ TINHA PENDURADO AS CHUTEIRAS JÁ. AÍ TEM UM MOÇO AQUI, UM IRMÃO DELE QUE FALOU: “VAMO PRO CIRCO!…” PORQUE ISSO E AQUILO… POR QUE EU VOU TE DAR O CIRCO… E EU TINHA UMAS COISINHAS MAIS OU MENOS ESCONDIDAS NÉ?… QUE ERA UM MALABARES, ROUPINHA MAIS OU MENOS, MAS DEI TUDO PARA UMA SOBRINHA, TRAILER, DEI TUDO PRA ELA.

A ÚNICA COISA QUE FALTAVA ERA A GELADEIRA, PORQUE AR CONDICIONADO, DEI TUDO… TUDO!… ROUPA… ERA SÓ CHEGAR E MORAR E ACABOU… AÍ,  ME COLOCOU TANTO QUE JÁ FUI A TRABALHAR COM ELE DE NOVO AÍ, FOMOS EMBORA PRA TRABALHAR… FIQUEI UM ANO COM ELE, FOI MUITO BOM. ( RASCOV: “EM QUAL CIRCO?” ) CIRCO DO CLEAN, CLEAN, DAQUI DELE  (APONTOU PARA CIMA ) DELE… DEPOIS ELE PAROU COM O CIRCO, EU FALEI: E AGORA?… E AGORA?… ( AUDIO FICA RUIM E A EQUIPE RI AO FUNDO ) COMO QUE VOU FAZER?… CALIPSO… ONDE TÁ CALIPSO?… AÍ, DEPOIS JÁ FALEI: VOU PARA O CIRCO DA MINHA SOBRINHA!…TÔ LÁ HÁ UNS DOIS ANOS E MEIO…  COM ELA, LÁ.

TÔ LÁ, DOU VALOR… DEPOIS QUE NÉ?… EU ME ARRUMAR, VOU PRO CIRCO DO SONHO… DO SONHO!… ( PRISCILA: “TEM APRESENTAÇÃO HOJE OU VAI ASSISTIR?” ) VOU… NÃO TEM APRESENTAÇÃO MAIS. ( RASCOV: “ME DIGA UMA COISA.VOCÊ FALOU QUE HAVIA, EXISTIA UM TERRENO NO ANHENBI ONDE FICAVAM OS… ) ONDE TÁ AGORA O CARNAVAL… (PRISCILA:”SAMBÓDROMO!” ). DE CARNAVAL! ( RASCOV: “ONDE É O SAMBÓDROMO? O SEU ESBANO FICAVA ALI?” ) TODO MUNDO DE CIRCO. ( RASCOV: “PRA CONSTRUIR O SAMBÓDROMO?” ) MANDARAM PRA  ESSE TERRENO AQUI ONDE ESTÁ O CARREFOUR, SEU ESBANO NÃO QUIS, POR CAUSA DE CRIANÇA, PORQUE A MENINA, A NETA DELE FOI ATROPELADA LÁ… ( RASCOV: “A NETA DELE?” ) A NETA DELE!

AGORA, JÁ É MÃE DO FILHO, OUTRO FILHO… AGORA ELE VEIO PRA CÁ… ERA LINDO O TERRENO, VOCÊ TINHA QUE VER, QUE ALEGRIA QUE NÓS TINHAMOS!…   (RASCOV: “QUANTOS TRAILERS TINHAM?” )  NOSSAAAAA.!…SENHORA!… TINHA GENTE QUE TINHA O TRAILER E MONTAVA A CASINHA NO FUNDO, FAZIA CASA PARA COLOCAR A COZINHA, SALA DE JANTAR… E ERA ASSIM NO MESMO TRAILER. ( PRISCILA: “E VOCÊ NÃO TEM FOTO? NADA? NÃO TEM NENHUMA FILMAGEM DAQUELA ÉPOCA?” ) NÃO!… NADA!… NADA!… NUNCA GOSTEI DE SER FOTOGRAFADO, SABIA?… CARRO JÁ TIVE… TIVE UM ÔNIBUS… MAVERICK, DODGER JEEP… ( RASCOV: “CARROS POSSANTES PRA PUXAR O TRAILER” ) DOIS ÔNIBUS JÁ TIVE…

( RASCOV: “E DOIS TRAILERS, PELO JEITO.” ) NÃO, NÃO, ESSE É PARA MORAR NO ÔNIBUS, DEPOIS, TERIA, CLARO!… TRÊS TRAILERS JÁ TIVE, JÁ ESTOU COM UM LÁ…  AGORA TEM, DEPOIS OUTRO QUE EU DEI, VENDI PRO FILHO DELA, QUE FOI UMA DESGRAÇA QUE ACONTECEU LÁ, ONDE VOCÊ VAI VER ESSE MENINO AÍ… COMO SE CHAMA?… TIRADENTES… UMA HISTÓRIA MUITO TRISTE…  ,JOGARAM FOGO NELA LA DENTRO, LÁ EM TIRADENTES… CIRCO DE MOSCOU. ( RASCOV: “AÍ VOCÊ COMENTOU QUE FOI CHEGANDO PESSOAS DO NORTE MIGRANTES…” ) DO NORTE!… ELES NÃO SOUBERAM RESPEITAR A GENTE  (PRISCILA: “E NINGUÉM SABE ISSO?… PORQUE PARECE QUE A MARÍLIA PEDIU PRA CERCAR O TERRENO ) NÃO ADIANTOU NADA… ELA NÃO FALOU QUE CERCARAM?

( PRISCILA: “ELA FALOU QUE NÃO CHEGARAM A CERCAR, QUE  ELES  ORIENTARAM A CERCA SE… MAS PARECE QUE NÃO CERCARAM!… ELA CONTA QUE A GENTE ERA ARTISTA AÍ COMO É QUE IRIA CERCAR! ) É… É… ERA MUITO COMO CHAMA?… FOI INDO… ELA NÃO CONTOU COMO FOI A HISTÓRIA? ( RASCOV: “MAIS OU MENOS” )  QUE… QUE… COMO É?…  INVADIRAM A CASA DO ARTISTA, VOCÊ ACORDAVA  DE MANHÃ CEDO, ÀS CINCO HORAS E ERA PÁ… PÁ… PÁ… TÁ… TÁ… TÁ!… ESTACA!… PAUZINHO… E ELE LAVANDO A ESTACA, E ELE TCHU… TCHU… TCHU!… PORQUE FOI UM SENHOR QUE COMEÇOU A DAR LICENÇA PARA UNS QUE MORAVAM NA FRENTE SE NÃO ME ENGANO!… E ESSES  QUE ERAM DA FRENTE, ERAM DA FIRMA.

QUE ERA UMA FIRMA, QUE AÍ JÁ MONTARAM TUDO, E ESSES NÃO TINHAM PRA ONDE IR E FICARAM AÍ, DEIXARAM LUZ, DEIXARAM TUDO… AÍ ELES QUE VIERAM FALAR COM SEU ESBANO: “SEU ESBANO, SABE COMO QUE É… POIS EU TENHO MINHA IRMÃ, MINHA TIA, VENHO DO NORTE… DÁ PRA MONTÁ UMA CASINHA AQUI?”  SEU ESBANO: “TÁ BOM, PODE DEIXAR…” PORQUE ELE DAVA LUZ, ÁGUA. AÍ DEPOIS VINHA OUTRO: “QUE CHEGOU… É MINHA PRIMA”… AÍ FOI INDO, NINGUÉM SABIA MAIS QUEM ERA, VIROU  UMA BAGUNÇA, SOFREMO MUITO NO FINAL, NESTE FINAL.( RASCOV: “POR QUE  ELES NÃO RESPEITAVAM VOCÊS?” ) ÀS VEZES, AS PESSOAS PASSAVAM NA FRENTE DA CASA DA GENTE NÃO TINHA ESGOTO, ERA MUITO TRISTE.

FOMOS MUITO FELIZES NESTE TERRENO, AQUI TAMBÉM, MAS NÃO É… COMO SE DIZER?… AR LIVRE… ( PRISCILA: “HOJE, VOCÊ DIZ ATUALMENTE?” ) CLARO NÉ?… LOGO, LOGO, JÁ ME ARRUMO E ME VOU PRO CIRCO, VOU VISITAR LÁ, VOU FICAR COM UMA SOBRINHA MINHA QUE TRABALHA LÁ, ELA É… ELA FAZ BABÁ PRA UM SOBRINHO QUE MORA LÁ… ENTÃO É COISA DELE, ENTÃO ELA CUIDA DO BEBEZINHO DELE. E ELA MORA NO OUTRO PRÉDIO TAMBÉM… ( PRISCILA: “QUEM QUE É?” ) A GLÓRIA… ( PRISCILA: “ AH,  GLÓRIA!” ) VOCÊ CONHECE?… ( PRISCILA: “NÃO, NÃO CHEGUEI  A CONHECER, MAIS DE NOME A GENTE…” ) ELA TRABALHA HÁ MUITO ANOS AÍ… O EX MARIDO DELA TRABALHA NO CIRCO DE MOSCOU.

( PRISCILA: “QUEM ERA O PALHAÇO?… ELA QUE É A HISTÓRIA QUE FUGIU COM O PALHAÇO?”  )  NÃO, NÃO, NÃO ESSA NÃO!… ESSA É CHILENA TAMBÉM!  (RASCOV: “A IDÉIA ERA QUE AQUI FICASSE UM TERRENO PRA VOCÊS CIRCENSES?”) ERA AQUI PRA TODO MUNDO DE CIRCO, ASSIM MESMO!… NÃO TÔ RECLAMANDO! QUE TÁ…ME SINTO BEM PRA VER SE DÁ… UM…OLHA, NO FIM DE ANO, ME DEU UMA DEPRESSÃO TÃO GRANDE QUE ME VEIO… SABE O QUE É DEPRESSÃO DA DOENÇA?… É GRIPE, VEM TUDO E QUANDO A GENTE TÁ EM UMA CERTA IDADE, PIOR AINDA, EU FIQUEI TRÊS DIAS SEM COMER, EU FIQUEI SOZINHO, PRISCILA VIAJOU, ESSE AQUI NÃO ESTAVA.

LÁ EM CIMA, NÃO SEI O QUÊ… E EU DOENTE FUI LÁ PROCURAR REMÉDIO PRA MIM, DEPOIS ESCUTAVA FELIZ ANO NOVO, EU DEITADO, SEMPRE QUIETINHO… ENGRAÇADO AGORA QUE EU ESTOU BEM, ME RECUPERANDO NÉ?… E ESTAMOS SEM TRABALHAR… ISSO É PIOR AINDA… PIOR AINDA.EU SINTO FALTA DO PICADEIRO. HOJE DE MANHÃ, TAVA FALANDO NA TELEVISÃO O AQUELE, COMO SE CHAMA?… A BACHINHA MEU AMOR, ADOCICA!… (EQUIPE: “BETO BARBOSA!” ) BETO BARBOSA TAVA NA TELEVISÃO CEDO E ELE FALOU, ACHO QUE ERA NA RECORD, QUE ERA A ENTREVISTA DELE, AQUELA MENINA  QUE TÁ GRÁVIDA E A OUTRA…

PERGUNTARAM: “E VOCÊ, COMO SE SENTE? VOCÊ É MUITO CALMO?”… ELE: “AH, EU SOU CALMO E AGORA EU SOU MAIS FELIZ, POIS MOSTRARAM MINHA FOTO DE JOVEM, QUANDO ERA EU… AGORA SÓ PELANCA AGORA”… AÍ ELE FALOU ASSIM: “POIS É, SÓ QUE QUANDO EU VOU CONTAR, O QUE QUE ACONTECE?…AI ME SOLTO TUDO AQUELA COISA E VAI E JÁ PASSARAM ELE DANÇANDO , E AGORA ELE VAI SAIR EM UM FILME,COMO QUE CHAMA AQUELA MÚSICA ?NA CASINHA NANANA,NUM SEI O QUE! (EQUIPE:ADOCICA ) ADOCICA VAI SAIR UM NEGÓCIO,ADOCICA,NAO SEI O QUE, JA CONTRATARAM ELE PRA FAZER PROPAGANDA  PRA UM NEGÓCIO DESSES ,ADOCICA,ALGUM DOCE ,SEI LÁ O QUE QUE É…

(PRISCILA: MAS ONDE A GENTE PODE VER VOCÊ FAZER UM MALABARES? ) IVAN: NO YOUTUBE! (EQUIPE:HAAAÁ…. )

00:32:18 AGORA COM VOCÊ, VOCÊ FALOU UMA COISA CERTA ,QUEM FOI QUE FALOU?FOI VOCÊ QUE ME FALOU?DE UM CIRCO PRA TRABALHAR AQUI EM SÃO PAULO,TA SENDO UM PROJETO DE COLOCAR UM CIRCO AQUI,VOCÊ NÃO FALOU AGORA?(PRISCILA:ONDE, NÃO!)VAMO VER SE ARRUMA UM CIRCO (MARIANA LEMBRA PRISCILA:VOCÊ FALOU DE UM PROJETO ,A IDÉIA ,DA GENTE,DE DESENVOLVER UM TRABALHO …) PRISCILA: HAAA A IDÉIA DE FAZER ALGUMA COISA AQUI!ISSO ! )UM CIRCO!POIS EU ESTAVA PENSANDO ASSIM,POR QUE SE É COMO SE É,TEM MUITA GENTE QUE FALA DO ALUNO ,EU TENHO ALUNO QUE ESTA NO SOLEI,EU FIZ ALUNO NO CIRCO SOLEI (RASCOV: QUÊM ?) IVAN : EU ( RASCOV: E QUEM É ?) QUEM ME MANDOU TUDO E … ÓOOO…FOI ABEL !

VOCÊ CONHECE A BEL ?(RASCOV :HA BEL TOLEDO,CONHEÇO! ) ELA QUE MANDOU,CONVERSEI COM ELA !IVAN EU SEI QUE ONDE VOCÊ PISA  , VAI CONTINUAR OS PASSINHOS MUITO BEM!TENHO TRÊS MENINOS NO SOLEI ,TENHO UM NO CARATE ,CARAQUE ,ESSA Q FOI AGORA ,QUE TEVE AQUI ,E UM OUTRO NO ALEGRIA ,TENHOS DOIS EM UM E OUTRO ALI…ENTÃO,ERA TÃO BOM, SE  APRESENTAR,VAMOS SUPOR  PRA ESSES CIRCOS ESCOLAS ,QUE SEMPRE TEM QUE AJUDAR NA VERBA ,A VERBINHA DAQUI A VERBA DE LÁ ,OU O PESSOAL QUE JÁ SÃO ARTISTAS DE OUTRO CIRCO,PODERIA SER O CIRCO TALVEZ E SE APRESENTAR, SABE E COBRAR UM INGRESSO

 E AI O DINHEIRO SEI LA PRA ONDE QUE VÁ, NÃO ERA TÃO BOM, COLOCAR ESSAS CRIANÇAS PRA TRABALHAR,ENTENDEU,(PRISCILA:ERA UMA BOA IDÉIA )ERA TÃO BOM ISSO… OLHA NÃO ESQUECE DA CAMERA!AGORA LIGA O VENTILADOR…PODE ABRIR A PORTA !

FIM DA FILMAGEM, IVAN MOSTRA SUA CASA,COZINHA E FOTOS…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s